BlogAKI

Finaciamento Coletivo

06/06/2012 - 14h07

O que as mídias sociais podem fazer pelas instituições de caridade?

Muitas instituições de caridade são adeptas do uso das mídias sociais para promover suas missões, divulgando seu trabalho ao grande público e financiadores em potencial. No entanto, “filantropos de primeira viagem” – que geralmente são muito mais reservados em relação ao perfil de seu público-alvo -, têm sido tímidos no uso da web para engajar seu público. Vamos, portanto, mostrar 3 razões pelas quais você pode confiar nas mídias sociais.

Muitas instituições de caridade são adeptas do uso das mídias sociais para promover suas missões, divulgando seu trabalho ao grande público e financiadores em potencial. No entanto, “filantropos de primeira viagem” – que geralmente são muito mais reservados em relação ao perfil de seu público-alvo -, têm sido tímidos no uso da web para engajar seu público. Vamos, portanto, mostrar 3 razões pelas quais você pode confiar nas mídias sociais.

1 – ESPALHE SUA PALAVRA

Primeiro, e mais óbvio, as mídias sociais são uma excelente maneira de divulgar a sua causa para todos os públicos relevantes. A filantropia fala muito em “alavancar” seu trabalho, ou seja, fazer com que seu dinheiro tenha o maior impacto possível, e boa uma estratégia de mídia social pode ter um efeito não só positivo como exponencial.

2 – EXPANDA SEUS PROJETOS

Para os filantropos que procuram alcançar uma mudança sistêmica, as mídias sociais oferecem a oportunidade de levar iniciativas bem-sucedidas aos níveis nacional e internacional. A KABOOM!, uma ONG norte-americana que constrói parques infantis em áreas de baixa renda, se voltou para a internet como um meio de compartilhar seus projetos e ideias. Por meio das redes sociais e treinamentos online, eles alcaçaram resultados impressionantes. Só em 2009, seus esforços de divulgação na web ajudaram as pessoas a construir 1.600 playgrounds – quase os 1.700 que a ONG havia construído em 14 anos.

4 – PROPORCIONE MAIS TRANSPARÊNCIA E RESPONSABILIDADE

As mídias sociais podem mostrar transparência e responsabilidade como nunca. Com a ajuda da web, você consegue mostrar às pessoas que o dinheiro delas está sendo bem gasto, usando fotos e vídeos, por exemplo. Este é um aspecto muito valioso para quem contribui com sua causa, um aspecto que pode levá-lo a um nível de confiança sem precedentes.

Estas são apenas algumas práticas de como instituições de caridade podem se aproveitar do poder de coletividade das mídias sociais. É uma ótima maneira de atingir pessoas que não costumam fazer doações, e assim, você conquista cada vez mais simpatizantes. E o melhor: investir em mídias sociais é grátis.

Fonte: Crowdsourcing.org